Hoje venho abordar um assunto que me incomoda bastante e tenho certeza que incomoda a muitos também: mentira. Sendo bem sinceros, claro que mentira no mundo adulto em que vivemos é necessária vez ou outra para escapar de algumas coisas ou não deixar alguém mal, mas fazer em excesso já é demais.

Uma Estratégia Furada

Se você não gosta de algo na sua vida que precise da mentira para esconder ouse engrandecer? MUDE! Você tem essa opção, eu tenho essa opção, seus amigos têm essa opção. É extremamente desagradável ter que sustentar algo inventado para não cair em contradição com o tempo e ser taxado de mentiroso, não? Fora que não te enobrece em nada.

Se você tem que mentir para estar em algum lugar ou com alguém, saia de perto. A situação não te merece, não force.

Digo mais, este texto não é apenas para dar liçãozinha barata de moral (que você deveria ter aprendido em aulinha de valores no maternal) não, é para você exercitar o poder da verdade.

Uma pessoa segura de si, totalmente ciente do que diz é algo extraordinariamente estimulante. A conversa flui, a pessoa quer te ouvir, a pessoa quer sua opinião, a pessoa quer. Não há sensação melhor que a de ser desejado em presença em qualquer assunto.

Agora aquele seu amigo Forrest Gump que merece um prêmio para cada história cabulosa que conta, certamente é desejado na roda de amigos para entretenimento alheio. Não seja esse cara.

Empresas sempre buscam funcionários íntegros e a veracidade dos atos conta demais para seu crescimento. Não é isso que queremos? Crescimento em todos os ramos da nossa vida?

Uma história inventada consegue sustentar as mentes mais fracas, quem está acostumado com a vida não cai em qualquer volta. Se não jogar com a verdade, uma hora você vai cair e provavelmente num covil de pessoas muito mais malandras do que um simples espertinho de esquina.

O Que Fazer?

Um exercício para se livrar das mentiras?

-Supomos que você minta para alguém por ter vergonha de um vacilo no seu passado. Você usa a mentira pra esconder isso. Está errado? SIM. Por que não assumir que errou e dizer o que você aprendeu com isso?

Não invente jamais uma história para parecer o que você não é. Um verdadeiro dono de si não precisa de fingimentos.

Se quer viver em um mundo de ilusão, tome chá de cogumelo e assista Alice no País das Maravilhas em 3D. A realidade te cobra mais, vamos agir da forma certa?
Mostre-se diferente.

 

Nota do Editor: Concordo plenamente com a Jéssica e sinto os efeitos de “não ter nada a esconder” nas minhas relações pessoais e no conteúdo que crio na Super Boss. Desde 2013 gravo meus vídeos praticamente sem cortes, sem medo de parecer pouco polido e sem nada a esconder. Isso facilita muito meu trabalho, libera espaço mental e me permite improvisar sobre um tópico por horas se necessário, contanto que eu saiba do que estou falando.

Leva as palavras da Jess pra vida, essa é uma estratégia que só me deu bons frutos.

–João Victor